terça-feira, 13 de junho de 2017

Uma Breve História da Flor no Cabelo






A flor no cabelo é um ícone da cultura pin up. Nem todo mundo sabe, mas ela também já era usada na Era Vitoriana. Mas um século antes, ela já dava o ar de sua graça, e desde então, tem aparecido em diferentes tipos de penteado, evocando um ar de feminilidade.

Já no século XVIII, na Era do Rococó, as mulheres nobres usavam penteados extravagantes com flores. Por volta da década de 1760, os cabelos das mulheres começam a se elevar em um topete altíssimo, inspirado no estilo da Madame de Pompadour. Esses penteados, que costumavam ser feitos em cabelos empoados com farinha de trigo (e por isso ficavam brancos), também eram chamados de Fontage. Eram decorados com muitas plumas e com flores. Vêm daí os fascinators de plumas. 

Penteados do século XVIII, da Era Rococó.
 
Penteados do século XVIII,
 
Penteado do filme "Maria Antonieta".
Penteados da Espanha no século XVIII.

 
Penteado do século XVIII.
Na Era georgiana, entre o período Neoclássico e o romântico (1800-1820), os penteados são elaborados, mas em volume muito menor do que no período rococó. As flores continuam enfeitando os penteados, quando as mulheres não estão usando chapéus, o que continuaria no período seguinte.

Penteados da Era Georgiana, início do século XIX.


A flor continua presente na Era Romântica, início do século XIX. Nessa época, a moda era uma releitura do medieval, mas de forma romantizada, com cintura império, corsets e mangas bufantes. O acessório mais usado na cabeça era o chapéu de aba larga ou o bonnet (geralmente enfeitados com muitas flores), especialmente durante o dia. Mas as flores e as plumas continuavam adornando os penteados á noite.

Penteados da Era Romântica.
 
Flores e chapéu na Era Romântica.

Na Era Vitoriana, os trajes de noite eram acompanhados de penteados volumosos com muitos cachos, e enfeitados com fascinators de plumas e com flores. O penteado era considerado algo muito importante. Mulheres deviam usar penteados da moda da época, e nunca deixar os cabelos soltos. Cabelos soltos eram vistos como sinônimo de desleixo e a mulher seria vista como alguém não respeitável. As mulheres costumavam umedecer os cabelos com açúcar para depois torcê-los, amarrá-los e enrolá-los com trapos de tecido durante a noite.

No período Belle Époque, o mais comum é o uso dos chapéus, tanto os mini chapéus da Era Vitoriana quanto chapéus de aba larga enfeitados com muitas flores, no estilo conhecido como Merry Widow Hat. A flor já não é tão usada e nem tão comum, mas ainda é usada para enfeitar coques. Nos anos 20, a flor no cabelo e os penteados com flor também não aparecem muito, já que a moda era cobrir a testa, com chapéus como o típico cloche, headbands, solidéus e até mesmo chapéus de aba larga.

Belle Époque: flores enfeitando coque.


Nos anos 30, época de crise econômica, e quando começa o período que caracteriza a cultura pin up (entre os anos 30 e 50), a flor no cabelo começa a reaparecer. Mas ela faz sucesso mesmo é nos anos 40. 

Com a Segunda Guerra Mundial, faltavam materiais e insumos. Além disso, as mulheres usavam cabelos mais compridos por causa da falta de mão de obra de cabeleireiros. Com isso, os cabelos simples ganham adornos como chapéus (principalmente em tamanho mini, como na Era Vitoriana e nos anos 30), voilettes e flores. As flores eram um enfeite acessível. Não era difícil de comprar ou mesmo de confeccionar com sobras de tecido em casa. Além disso, era uma forma fácil e rápida de deixar o cabelo simples incrementado, em diferentes tipos de penteados. As flores no cabelo, aliás, revelaram toda uma nova forma de fazer penteados.  O mais comum deles era o Victory Rolls

Flores: muito populares nos anos 40.
 
Muitas mulheres, na época, usavam a flor do cabelo combinando com o broche de flor, ícone de estilo dos anos 40. Mesmo em eventos de traje formal. Eram usados os mais diferentes modelos, como por exemplo gardênias, rosas e narcisos. Algumas vezes, elas vinham acompanhadas de plumas. 

Nos anos 50, surge o New Look, e assim, a moda fica mais sofisticada, e isso se reflete no uso dos chapéus. Eles eram sofisticados, e muitas vezes adornados com flores. Apesar de a flor no cabelo não ser o destaque desta década, ainda assim ela não desapareceu, e é até hoje um ícone da cultura pin up, que compreende o período entre os anos 30 e 50.

Gostou? Confira tutoriais fáceis para usar sua flor no cabelo:






E dê uma passadinha na loja para escolher a sua flor: www.madamevintage.com.br.


Para conferir diferentes modelos de flores, clique aqui.



Posts Relacionados:


A Breve História de um Penteado: Victory Rolls

Uma breve história da Franja Pin Up

Estilos de Pin Up

Moda dos Anos 40

A Moda dos Anos 50

Moda dos Anos 30

Estilo Vitoriano

Video: Como Ter um Visual Anos 40

Video: Como fazer um Penteado Pin Up com Flor

Video: Dica para usar Flor Grande

A História do Voilette





Nenhum comentário:

Postar um comentário